As mulheres mais “bravas” são as mais inteligentes, afirma um estudo

Como mulher, não te encaixas, de todo, no termo “tranquila”? Dizem sempre que ferves em pouca água e não ficas nunca conformada com situações que não te fazem bem ou não são positivas para ti? Então fica a saber que de acordo com um estudo realizado recentemente, as mulheres mais “bravas” e exigentes possuem mesmo um QI mais elevado do que as mais pacíficas…

Esta investigação foi realizada na Universidade de New South Wales e o objetivo dos investigadores era compreender como funciona a “bravura” nas mulheres e como esse traço de personalidade tem influência no comportamento e inclusive nos relacionamentos. As mulheres participantes no estudo foram expostas a diversos estímulos, negativos e positivos, sendo que posteriormente foram apresentadas a diversas situações onde tinham de se expressar, responder a perguntas e resolver problemas.

Os resultados obtidos a partir dos testes mostraram que as mulheres que ficavam “bravas” com mais facilidade foram as que melhor se saíram nos testes, porque a sua capacidade de julgamento em relação às outras pessoas era mais precisa, para além de também demonstrarem melhor capacidade de argumentação e de memória.

O líder do estudo, professor Joseph Forgas, concluiu que as mulheres que têm menos paciência e um humor mais intenso são mais atentas e desenvolvem pensamentos mais coerentes. Acrescentou ainda que quando estamos a passar por momentos mais tensos e difíceis, processamos as informações com mais facilidade.

As mulheres que são mais calmas, tranquilas e mais bem-humoradas têm uma grande imaginação e desejo de ajudar as pessoas ao seu redor, porém, são menos eficientes na hora de lidar com as crises. Muito curioso.

FONTE: O Segredo

You may also like...