Estudo comprova que os irmãos mais novos são os “filhos favoritos”

Em notícias que vão deixar os irmãos mais velhos chateados, um estudo veio mesmo confirmar que os irmãos mais novos da família são, normalmente, os filhos favoritos.

O Journal of Adolescence veio comprovar isto cientificamente. Reparem em alguns exemplos: Cris e Liam para Luke Hemsworth; Noel para Liam Gallagher; Mary-Kate para Ashley Olson; apesar de os mais velhos serem aparentemente mais inteligentes, os mais novos pelos vistos são mais engraçados…

Mas há mais: alguns investigadores da Brigham Young University’s School of Family Life concluíram que o favoritismo, na verdade, é algo apenas da nossa cabeça.

Essencialmente, de acordo com o estudo, se um irmão mais novo sentir que é o favorito, a relação pais-filho é fortalecida – se eles pensarem que não são os favoritos, o oposto acontece.

Para os irmãos mais velhos, o facto de serem considerados os favoritos ou não tem menos efeito no seu relacionamento com os pais.

Os irmãos mais velhos também, de forma geral, apresentam um desenvolvimento cognitivo maior, de acordo com a Dr. Ana Nuevo-Chiquero, da Edinburgh University’s School of Economics.

Este estudo foi levado a cabo durante 14 anos com cerca de 5,000 crianças e permitiu concluir que os irmãos mais velhos conseguiram obter resultados mais elevados nos testes de QI em comparação aos seus irmãos mais novos.

Parece justo.

You may also like...